Como é a “cara” do seu cliente ideal

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

“Todos os clientes são bons clientes” – Claro que não! Nem todos são. Principalmente nos negócios b2b – (business to business).

Pense “Pareto”. Uso da Lei de Pareto é aplicável quando falamos de vendas. O clássico “20% das atividades de captação de clientes vai gerar 80% das vendas (faturamento novo)” – geralmente retrata a maioria dos resultados do esforço de captação das empresas.

Entretanto há uma enorme oportunidade de otimizar e gerenciar as atividades de geração de leads.

Lead (pronuncia-se “liid”) nada mais é que um cliente futuro. Seu potencial de compra ainda é desconhecido. Mas esse potencial existe. Por isso se chama lead.

Você deve qualificar leads para determinar se eles têm os recursos, o desejo ou necessidade e que sejam os decisores com poder de compra de seus produtos e serviços.

Gerar leads ruins é nefasto para vendas, pois você dispenderá uma enormidade de tempo que não levará a lugar algum. Só frustração.

Mas antes de qualificar leads você precisa gerar leads!

Ao decidir sobre quais os métodos que funcionarão melhor para sua organização, é preciso ter clareza sobre o tipo de leads que você gostaria de atrair.

Entra em cena a criação do Perfil do Cliente Ideal que irá direcionar suas atividades no plano de geração de lead.

As questões a seguir são um estímulo nesse sentido para captação de clientes b2b:

  • Qual é o porte das empresas que você prefere trabalhar?
  • Em média, qual o número de funcionários que elas têm?
  • Qual o segmento de mercado que essas organizações operam?
  • Quem especificamente estará comprando seus produtos / serviços e qual é sua posição dentro da empresa?
  • Onde estão essas empresas, geograficamente?
  • Qual é o diferencial que sua empresa oferece?
  • Que tipos de organizações serão atraídas por esse diferencial?
  • O que seus melhores clientes possuem que você gostaria de replicar em outros?
  • Quais dos seus clientes existentes foram os mais fáceis para converter?
  • Que semelhanças estes clientes possuem?

Portanto, ter um perfil bem definido de seu “cliente ideal” irá determinar quais os métodos a utilizar para geração de leads.

Quanto mais afinado esse processo, melhores serão os leads, maiores e mais “fáceis” as suas vendas.

Essa é uma questão que parece óbvia. Mas raramente uma empresa típica em nosso país tem processos bem definidos para traçar esse perfil. Entretanto o esforço vale muito a pena.

Na prática

  1. Trace o perfil de seu cliente corporativo usando a lista acima.
  2. Pesquise os melhores canais para acessar esse perfil no mercado.
Stavros Frangoulidis
Stavros Frangoulidis
Fundador e CEO da PaP Solutions ⚡ Vamos conectar também no Linkedin

Se você achou interessante, compartilhe :-)

Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Anúncio

Artigos recentes

Técnicas

Insistência

Anos 1960-1980 As vendas eram territoriais. Ou você vendia para aquelas casas, indústrias e armazéns da sua região designada ou não cobria a sua meta. Então tocar na campainha 100 vezes durante um mês era mandatório. Você vendia pela insistência. Anos 1980-2000 Entra em cena o telefone e os call centers, seja para vender para

Leia mais »
Técnicas

Treinamento de produto

Vamos separar claramente as duas fases da captação de clientes corporativos. PRIMEIRA: GERAÇÃO DE LEADS Nessa fase você aborda um mercado com potencial e faz uma oferta, seja para agendar uma reunião e apresentar soluções, seja um skype call para tratar das possibilidades de soluções para potenciais problemas do seu mercado. Nessa fase, de 0 a 10,

Leia mais »

AGENDAMENTO DE REUNIÕES QUALIFICADAS

SERVIÇOS DE PROSPECÇÃO CORPORATIVA

Dedique seu tempo onde ele te trará o maior retorno: Em uma sala de reuniões com os melhores potenciais clientes do seu mercado.