Intensificando alguns diálogos

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por intensificar quero dizer:

  • Acelerar os prazos dos retornos, se possível, serem imediatos.
  • Impregnar a conversa de objetividade.
  • Incluir muito mais o “quando” e o “quanto” e evitar o “porquê” e o “como”.

Dessa forma seu dia será pautado por assuntos que tendem a desembocar em uma resposta: Sim ou Não.

  • Sim, negócio fechado
  • Não, negócio não fechado e perdido.

Ambos são fundamentais.

Os Nãos te ensinam onde a coisa está pegando. Quais são os principais obstáculos e você aos poucos vai afinando seu produto e sua proposta de valor.

Os Sins colocam gasolina no seu tanque e você pode continuar rodando.

Efeitos colaterais da intensificação dos diálogos

Você não terá muito mais tolerância com os “talvez”. Esses não ensinam nada. Alguém que fica te cozinhando e não evolui é a pior coisa que pode popular seu radar de negócios. Você fica ali no limbo esperando uma migalha de atenção e avanço. Não queremos isso e não faremos isso.

Não digo para você dar no traseiro de todos que estão avaliando sua proposta, mas ao menor sinal de falta de retorno ou descaso com seus follows, você tira do seu radar.

Pare de ler esse artigo e abra seu CRM. Derrube tudo que estiver com mais de 10 dias sem retorno de qualquer input seu, por parte do lead.

Eu espero.

.

.

.

Economize no argumento “mas meu negócio é diferente”; “meu ciclo de vendas é extenso”.

Sei que há negócios que levam 2 anos para concluir. São raríssimas exceções. Mesmo que você venda foguetes, uma empresa genuinamente interessada vai evoluir com você em um ritmo bem definido, com prazos estabelecidos e passos claros até o fechamento.

Não é porque seu ciclo de vendas seja lento que você fica no limbo por semanas aguardando um sinal de avanço.

Quero no seu radar apenas oportunidades vivas de negócios. Coisas com real viabilidade.

Aqui no nosso mundo as coisas tem um certo caráter “Dá ou Desce”. Tosco isso, não?

Sei que é. Mas aqui é assim.

Por “Dá” quero dizer: Dar retorno, ser assertivo, ser preciso, ser respeitoso e considerar que o tempo de nós, fornecedores, é valioso.

Por “Desce” quero dizer: Eliminarmos a oportunidade da nossa frente.

Para entrar no radar de negócios e darmos 240% da nossa energia é preciso que os sinais de reciprocidade na avaliação da oportunidade sejam fortes e sólidos.

Para obter esses sinais é preciso intensificar os diálogos:

  • Para quando você pretende implementar o projeto?
  • Quantas peças, horas, metros quadrados, móveis, carros, viagens, etc você pretende adquirir?
  • Tudo ok com orçamento? Falamos aqui de X. Ok isso para você?
  • Quando você acredita que terá essas respostas?

Assim mesmo. Ok, coloque algumas flores no meio, entregue alguns bombons e mande abracinhos no final do seus e-mails, mas não abra mão da objetividade.

E para aqueles que não estão prontos para você, nenhum problema, coloque-os em uma régua automática de relacionamento, sem pressão nem cobranças.

Aí sim, você quase elimina os “quandos” e os “quantos” e vai para os “porquês” e “comos”.

De toda forma tenha uma sólida retaguarda em termos de informações técnicas, cases, inputs, follows e tudo mais para alimentar as oportunidades frias ou quentes.

Agora, seu tempo deve ser dedicado aos “pegando fogo”. Esses vão comprar de alguém.

E eu quero que seja de você. Caia na jugular e traga para dentro.

Stavros Frangoulidis
Stavros Frangoulidis
CEO da PaP Solutions ⚡ Vamos conectar também no Linkedin

Se você achou interessante, compartilhe :-)

Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Anúncio

Artigos recentes

Dicas

Mito da segurança

Recentemente eu comecei a arrumar meus livros e me deparei com o curso de marketing de Dan Kennedy. Deparei-me com uma das coisas que nunca mais esqueci e que me fez sempre buscar melhorar, não importa o quanto as coisas estão indo mal ou bem. Reli uma dessas partes que para mim se tornou uma

Leia mais »
Técnicas

Insistência

Anos 1960-1980 As vendas eram territoriais. Ou você vendia para aquelas casas, indústrias e armazéns da sua região designada ou não cobria a sua meta. Então tocar na campainha 100 vezes durante um mês era mandatório. Você vendia pela insistência. Anos 1980-2000 Entra em cena o telefone e os call centers, seja para vender para

Leia mais »

AGENDAMENTO DE REUNIÕES QUALIFICADAS

SERVIÇOS DE PROSPECÇÃO CORPORATIVA

Dedique seu tempo onde ele te trará o maior retorno: Em uma sala de reuniões com os melhores potenciais clientes do seu mercado.

Rolar para cima