Interagindo com o seu público

Meu mundo sempre foi ensimesmado.

Eu adorava ficar sozinho em casa, quando pequeno. Quando meus pais saiam e minhas irmãs também eu tinha a casa inteira para mim, principalmente a TV (que era única e disputada).

Depois, tinha as minhas turminhas da escola, de futebol, da pracinha, dos amigos de futebol de botão e também adorava estar com eles, mas ao longo dos anos foram rareando talvez pelo fato das brincadeiras acabarem e também por eu dedicar mais meu tempo aos estudos e ao trabalho.

Fui me recolhendo e interagindo com grupo cada vez menor de pessoas, restrito aos familiares muito próximos, colegas de trabalho, clientes e leads.

Minha parte de estudos, leituras, cursos, imersões e a parte do trabalho praticamente tomavam 100% do meu dia útil.

Não alimentei amizades, não nutri o network, não fomentei relacionamentos. Era algo consciente e ok. Não sentia falta, mas sabia que algo se perdia aí.

Em 2014, decidi fazer algumas mudanças na rotina do dia a dia. Uma delas foi aumentar a interação com estranhos e prover valor em todas as oportunidades. Abri as comportas, criei canais de entrada e mixei o presencial e o virtual, com filtros, para ter um novo leque de pessoas afins no meu primeiro raio de ação.

Foi um marco e essa mudança trouxe enormes benefícios. Aprendi e aprendo coisas que não estão em nenhum curso, em nenhuma apostila.

Atualmente interajo com alunos, empresários, colegas, amigos, professores, mentores, prospects, leads e clientes. E isso tem me dado um banho de insights, de novos modelos mentais e um enriquecimento de vida, que nunca imaginei ter.

Interagir com o seu público é a maior fonte de conhecimento que você pode ter.

Todos os inputs para mim, são matéria prima, para processamento, reflexão e aprendizado.

Garanto a você, que ao implementar um sistema operacional (real e virtual) que te permita interagir com 100 pessoas por semana dentro do seu mercado, você e sua empresa não serão os mesmos.

O melhor posicionamento é o da entrega. É gerar valor desde a primeira interação. Results in Advance. Resultado antecipados. Como posso prover valor aos meus públicos da maneira mais antecipada possível? Como posso interagir de forma que eu entregue e receba insights? Quais as perguntas que farei? Quais as minhas promessas explícitas? E as implícitas? Qual é a mensagem subliminar que fica em mim depois de uma interlocução? E qual fica nele, interlocutor?

Para simplificar as coisas, a regra que hoje vale é a seguinte: Agregue valor à vida das pessoas.

O mercado irá te devolver com juros, correção e bônus, essa postura. Isso é certo.

Agora, tenha filtros e regras. Nem todo mundo está no momento para receber esse valor e nem todo mundo enxergará esse valor. Os filtros permitirão que somente as pessoas certas, com propensão à troca, entrem no seu raio de ação.

E quanto às regras, eu só teria uma para te passar: expurgue sumariamente as pessoas que de alguma forma entraram mas tem um comportamento de crítica vazia e subtração.

Nesse exato momento que você lê esse texto, estatisticamente, há alguns milhares de seres humanos que poderiam agregar na sua vida e vice-versa. Você vai ficar lidando e debatendo com haters? Não, claro. Em hipótese alguma, na sua abertura de interação com os seus públicos, você vai gastar suas sinapses respondendo a críticos. Expurgue-os e dedique-se a quem está a fim de um troca saudável.

Enfim, abra as comportas e convide. Crie um passaporte e dê o visto para quem você quiser. Entrou? Agregue valor sem parar. O cidadão pisou na bola, cace o visto e deporte.

Resultado: Sua comunidade. Ela pode ter 50 pessoas ou 5000 pessoas. O que importa é a qualidade dos seus cidadãos.

Stavros Frangoulidis
Stavros Frangoulidis
CEO da PaP Solutions ⚡ Vamos conectar também no Linkedin

Se você achou interessante, compartilhe :-)

Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Rolar para cima