Interagindo com o seu público

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Meu mundo sempre foi ensimesmado.

Eu adorava ficar sozinho em casa, quando pequeno. Quando meus pais saiam e minhas irmãs também eu tinha a casa inteira para mim, principalmente a TV (que era única e disputada).

Depois, tinha as minhas turminhas da escola, de futebol, da pracinha, dos amigos de futebol de botão e também adorava estar com eles, mas ao longo dos anos foram rareando talvez pelo fato das brincadeiras acabarem e também por eu dedicar mais meu tempo aos estudos e ao trabalho.

Fui me recolhendo e interagindo com grupo cada vez menor de pessoas, restrito aos familiares muito próximos, colegas de trabalho, clientes e leads.

Minha parte de estudos, leituras, cursos, imersões e a parte do trabalho praticamente tomavam 100% do meu dia útil.

Não alimentei amizades, não nutri o network, não fomentei relacionamentos. Era algo consciente e ok. Não sentia falta, mas sabia que algo se perdia aí.

Em 2014, decidi fazer algumas mudanças na rotina do dia a dia. Uma delas foi aumentar a interação com estranhos e prover valor em todas as oportunidades. Abri as comportas, criei canais de entrada e mixei o presencial e o virtual, com filtros, para ter um novo leque de pessoas afins no meu primeiro raio de ação.

Foi um marco e essa mudança trouxe enormes benefícios. Aprendi e aprendo coisas que não estão em nenhum curso, em nenhuma apostila.

Atualmente interajo com alunos, empresários, colegas, amigos, professores, mentores, prospects, leads e clientes. E isso tem me dado um banho de insights, de novos modelos mentais e um enriquecimento de vida, que nunca imaginei ter.

Interagir com o seu público é a maior fonte de conhecimento que você pode ter.

Todos os inputs para mim, são matéria prima, para processamento, reflexão e aprendizado.

Garanto a você, que ao implementar um sistema operacional (real e virtual) que te permita interagir com 100 pessoas por semana dentro do seu mercado, você e sua empresa não serão os mesmos.

O melhor posicionamento é o da entrega. É gerar valor desde a primeira interação. Results in Advance. Resultado antecipados. Como posso prover valor aos meus públicos da maneira mais antecipada possível? Como posso interagir de forma que eu entregue e receba insights? Quais as perguntas que farei? Quais as minhas promessas explícitas? E as implícitas? Qual é a mensagem subliminar que fica em mim depois de uma interlocução? E qual fica nele, interlocutor?

Para simplificar as coisas, a regra que hoje vale é a seguinte: Agregue valor à vida das pessoas.

O mercado irá te devolver com juros, correção e bônus, essa postura. Isso é certo.

Agora, tenha filtros e regras. Nem todo mundo está no momento para receber esse valor e nem todo mundo enxergará esse valor. Os filtros permitirão que somente as pessoas certas, com propensão à troca, entrem no seu raio de ação.

E quanto às regras, eu só teria uma para te passar: expurgue sumariamente as pessoas que de alguma forma entraram mas tem um comportamento de crítica vazia e subtração.

Nesse exato momento que você lê esse texto, estatisticamente, há alguns milhares de seres humanos que poderiam agregar na sua vida e vice-versa. Você vai ficar lidando e debatendo com haters? Não, claro. Em hipótese alguma, na sua abertura de interação com os seus públicos, você vai gastar suas sinapses respondendo a críticos. Expurgue-os e dedique-se a quem está a fim de um troca saudável.

Enfim, abra as comportas e convide. Crie um passaporte e dê o visto para quem você quiser. Entrou? Agregue valor sem parar. O cidadão pisou na bola, cace o visto e deporte.

Resultado: Sua comunidade. Ela pode ter 50 pessoas ou 5000 pessoas. O que importa é a qualidade dos seus cidadãos.

Stavros Frangoulidis
Stavros Frangoulidis
Fundador e CEO da PaP Solutions ⚡ Vamos conectar também no Linkedin

Se você achou interessante, compartilhe :-)

Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Anúncio

Artigos recentes

Técnicas

Insistência

Anos 1960-1980 As vendas eram territoriais. Ou você vendia para aquelas casas, indústrias e armazéns da sua região designada ou não cobria a sua meta. Então tocar na campainha 100 vezes durante um mês era mandatório. Você vendia pela insistência. Anos 1980-2000 Entra em cena o telefone e os call centers, seja para vender para

Leia mais »
Técnicas

Treinamento de produto

Vamos separar claramente as duas fases da captação de clientes corporativos. PRIMEIRA: GERAÇÃO DE LEADS Nessa fase você aborda um mercado com potencial e faz uma oferta, seja para agendar uma reunião e apresentar soluções, seja um skype call para tratar das possibilidades de soluções para potenciais problemas do seu mercado. Nessa fase, de 0 a 10,

Leia mais »

AGENDAMENTO DE REUNIÕES QUALIFICADAS

SERVIÇOS DE PROSPECÇÃO CORPORATIVA

Dedique seu tempo onde ele te trará o maior retorno: Em uma sala de reuniões com os melhores potenciais clientes do seu mercado.