Mantenha o ritmo

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Muitas vezes você se defronta com o sentimento que as a coisas não estão evoluindo e que o mundo parou.

Não há respostas dos negócios, não há retornos dos e-mails, ninguém atende ao telefone e os negócios parecem estagnados.

Esse é um sentimento universal que acompanha quem busca alcançar suas metas, sejam elas de clientes, de negócios, de faturamento.

Aí vem a ansiedade e a angústia.

Você está fazendo sua lição de casa, está indo ao mercado, está prospectando e trabalhando nos leads, mas as respostas não vêm.

O que está havendo?

Há muita chance que você está ansioso por conta da necessidade dos resultados imediatos.

Em vendas corporativas, falar em 90 dias para um ciclo de vendas é normal, ou seja, da primeira abordagem até a assinatura do negócio.

Mas também há chance de você estar errando no produto de entrada (oferta), o mercado está te sinalizando com a rejeição e você está insistindo além do que deveria.

Se em 100 abordagens você não gerar pelo menos 5 leads, em 30-60 dias, precisa revisar o quê está comunicando ao mercado.

Mas aqui quero tratar desses dois sentimentos que tanto estão presentes: a ansiedade e a angústia.

A primeira é mãe da segunda.

A ansiedade vem desencadeada pela sensação de medo frente à incerteza ou insegurança. “Vou conseguir trazer o faturamento que precisamos?”, “Aquele negócio vai sair?”, “Como lidarei com as contas sem as receitas que não estão entrando?”

E como consequência vem a angústia, sentimento ruim no meio do peito, com a sensação de que algo ruim vai acontecer.

Há, inclusive, casos extremamente severos onde é necessária intervenção médica.

Bem, em vendas esses sentimentos tendem a fluir com muita frequência.

A ansiedade vem porque não controlamos muitos fatores mercadológicos que influenciam em demasia nos nossos números e angústia porque como resultado da insuficiência temos a sensação que as coisas estão indo muito mal. E essa sensação vem no meio do peito.

Outros momentos entretanto melhoram o humor, fechamos alguns contratos e parece que o céu nunca foi mais azul e a terra, a vida é linda e que estamos na melhor profissão do mundo.

O que quero te enfatizar é que você não está só. Somos milhões nessa gangorra.

Não entram na equação o quanto bem sucedido você é, se você está começando agora e sua idade.

Ansiedade é fruto do querer alcançar.

E para nós que temos metas e precisamos dos números, esses períodos onde parece que as coisas não andam, a ansiedade vai aumentando e com ela vem a angústia.

Se você estiver nesse momento, lembre que as coisas são cíclicas. Aproveite o aparente momento de calmaria, para organizar suas coisas, limpar suas armas.

O mercado não para. Ele pulsa. Se estiver em período de baixa, saiba esperar. Sim, mesmo com ansiedade e angústia, não se desespere. Continue apostando em você e mostre que é um player para valer e não um ocasional.

Nos ciclos de baixa, o mercado depura e castiga os ocasionais. Ficam aqueles que realmente estão aptos a servir.

Essa é a lei número Um: Sirva ao mercado, o tempo todo. Se você a infringir, será banido.

Portanto mantenha o ritmo. As respostas virão e as oportunidades aumentarão como nunca você imaginou um dia.

O resultado de mercado não é linear mas é acumulativo. Todas as suas ações ficam rendendo “dividendos” mas a data do “saque” não depende de você.

Quando perceber, estará com as melhores oportunidades que se converterão em negócios e em polpudos ganhos.

No seu íntimo, somente você sabe o preço pago para chegar onde chegou. Portanto seu resultado é mais do que merecido. É devido. Sempre.

Stavros Frangoulidis
Stavros Frangoulidis
Fundador e CEO da PaP Solutions ⚡ Vamos conectar também no Linkedin

Se você achou interessante, compartilhe :-)

Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Anúncio

Artigos recentes

Técnicas

Insistência

Anos 1960-1980 As vendas eram territoriais. Ou você vendia para aquelas casas, indústrias e armazéns da sua região designada ou não cobria a sua meta. Então tocar na campainha 100 vezes durante um mês era mandatório. Você vendia pela insistência. Anos 1980-2000 Entra em cena o telefone e os call centers, seja para vender para

Leia mais »
Técnicas

Treinamento de produto

Vamos separar claramente as duas fases da captação de clientes corporativos. PRIMEIRA: GERAÇÃO DE LEADS Nessa fase você aborda um mercado com potencial e faz uma oferta, seja para agendar uma reunião e apresentar soluções, seja um skype call para tratar das possibilidades de soluções para potenciais problemas do seu mercado. Nessa fase, de 0 a 10,

Leia mais »

AGENDAMENTO DE REUNIÕES QUALIFICADAS

SERVIÇOS DE PROSPECÇÃO CORPORATIVA

Dedique seu tempo onde ele te trará o maior retorno: Em uma sala de reuniões com os melhores potenciais clientes do seu mercado.