Vitórias

Sei que você é um vencedor.

Disso eu tenho certeza.

Você está lendo esse texto, você está com suas faculdades mentais intactas e você opera no mercado.

Você vende. Você também, vende.

Eu não conheço ninguém na sua condição que não tenha vencido na vida.

Vencer é alcançar o que se quer.

Nós queremos clientes. Nós queremos clientes porque clientes colocam dinheiro em nossa conta corrente.

Dinheiro em nossa conta corrente abre mais opções para você e seus sustentados.

Pode ser que entre você e esses clientes esteja a empresa onde você esteja empregado. Ou pode ser que essa empresa seja sua. De toda forma, a empresa (sua ou não) é o conjunto organizado de esforços para gerar valor de mercado.

Então nesse contexto a empresa ser sua ou não, é irrelevante. Mais clientes, mais segurança para você, mais opções para você.

Então sei que você está nesse contexto.

Logo sei que você lida com gente desconhecida, o tempo todo. Segundo fato concreto que corrobora que você é um vencedor.

Lidar com estranhos é lidar com o imponderável. E fazer isso o tempo todo, olha… vou te falar: É coisa de poucos, mas poucos mesmo.

Você tem uma enorme autoconfiança, você já entendeu que o jogo está em uma equação matemática simples e sabe que seu combustível é o foco.

Quanto mais focado, mais energia concentrada para as coisas que você quer alcançar.

E alcançará o que deseja. Está pagando o preço por isso.

Acabou. Você é um vencedor.

Hoje escrevo para falar de comemorar suas vitórias.

Aquele novo contrato, a meta alcançada, a nova campanha que está dando certo, o time unido, o cliente feliz com a entrega. Essas são suas vitórias.

Ninguém vai gritar goooool, ninguém vai bater palma e não terá bolo surpresa à noite na sua casa.

Mas nós dois sabemos e conhecemos o sabor dessas conquistas. Fo#a-se o bolo.

A gente não precisa de bolos e palmas. Só um pouco de sossego para sorver o sabor das pequenas conquistas.

Não sei você, mas eu comemoro minha semana assim (as semanas boas, porque tem umas que quero mudar para o Nepal): Chega Sábado, passo um pouco de fome durante a tarde e à noite, não importa o que tem no jantar, se fomos comer uma pizza, se é um fastfood ou se é um churrasco.

Peço uma long neck Stella quase sólida, um copo rachado de gelado, encho até o topo.

E desço na goela. Ali estão todos os meus aplausos.

Stavros Frangoulidis
Stavros Frangoulidis
CEO da PaP Solutions ⚡ Vamos conectar também no Linkedin

Se você achou interessante, compartilhe :-)

Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

SERVIÇOS DE PROSPECÇÃO CORPORATIVA

Dedique seu tempo em uma sala de reuniões com os melhores potenciais clientes do seu mercado

Rolar para cima